Você já adota uma estratégia de conteúdo? Antes de responder, lembre-se de que "conteúdo" não são apenas blog posts; existem vários formatos possíveis.

Bem, se a sua resposta for não, saiba que você está perdendo a oportunidade de fortalecer a relação do público em geral com sua marca. E, como consequência, também está perdendo oportunidades de conquistar e fidelizar clientes. Então, que tal engajar a audiência com um conteúdo de alta qualidade?

Neste post, você vai conferir oito alternativas para engajar o público. Uma delas com certeza tem a cara da sua empresa. Vamos descobrir qual é?

1. Vídeos interativos

Vídeos interativos são aqueles nos quais existe uma interação mais direta com a pessoa que está assistindo, inclusive utilizando CTAs para convidar a audiência a realizar uma ação. Esse é o tipo de vídeo feito pela maioria dos youtubers, que conversam com a pessoa do outro lado da tela como se estivessem na mesma sala, pedem likes, indicam outros vídeos, solicitam que o público responda nos comentários etc.

Engajar o público com vídeos interativos é uma boa alternativa, pois existe uma procura gigantesca por esse formato de conteúdo. Segundo o blog da Hootsuite, 1,9 bilhão de usuários visitam o YouTube por mês, e todos os dias 1 bilhão de horas de vídeo são assistidas.

2. Blog posts

Blog posts são o formato mais conhecido de conteúdo. De fato, o criação de um blog ainda é considerado a peça fundamental de qualquer estratégia de marketing de conteúdo. Porém, isso não significa que basta publicar qualquer texto para ver resultados! Se você quer realmente melhorar o engajamento da audiência, precisa saber como produzir um blog post de alta qualidade.

Os pontos de atenção incluem, entre outros fatores:

  • uso de uma linguagem que faça sentido para se comunicar com a persona;
  • uso de formatação que facilite a leitura;
  • criação de links para que o visitante possa navegar por posts relacionados;
  • inclusão de um call to action (CTA) eficiente e coerente.

Também precisamos mencionar a necessidade de planejar bem as pautas. Cada um dos blog posts deve estar alinhado com os assuntos que realmente interessam à sua audiência, trazendo respostas para perguntas reais da sua persona.

3. Quizzes

Os quizzes são um dos formatos mais garantidos de conteúdo para impulsionar o engajamento da audiência. Quem nunca viu um daqueles testes online, por mais absurdos que fossem — como "qual raça de gato combina mais com você?" ou "qual personagem de O Senhor dos Anéis você seria?" — e caiu na tentação de gastar uns minutos respondendo, não é mesmo?

O segredo dos quizzes, assim como qualquer outro tipo de conteúdo, é que eles precisam despertar a curiosidade. Para engajar a audiência, você precisa responder uma pergunta que realmente deixe sua persona com a pulga atrás da orelha.

Quando essa regra é seguida, os resultados são incríveis. É o caso da clínica médica americana Rejuv Medical, que criou um quiz prometendo responder se o cansaço da pessoa era resultado de problemas hormonais. Com esse único quiz, a clínica obteve quase 950 novos leads, 15 novos clientes e mais de US$ 18 mil em vendas.

4. Pesquisas de mercado

Pesquisas de mercado são um formato de conteúdo um pouco mais complexo. Isso porque é muito provável que a maioria da sua audiência não veja essas pesquisas como algo que agrega valor para ela. Em vez disso, o público entende que os benefícios são para a sua empresa, que usa as respostas como base para decisões de negócio.

Por isso, quando você quer melhorar o engajamento com pesquisas de mercado, geralmente precisa associar alguma contrapartida que seja atrativa para sua audiência. Algumas alternativas incluem realizar sorteios entre os participantes ou distribuir cupons de desconto para todos que completarem a pesquisa.

5. Fóruns

Os fóruns são um meio especial para engajar a audiência, porque eles simulam um contato direto, embora aconteçam no mundo virtual. O público pode fazer perguntas, sugestões e comentários, e a empresa pode interagir com cada um deles individualmente. O resultado é um relacionamento muito mais genuíno e humanizado.

Criar presença em fóruns exige estratégia. É preciso escolher aqueles cujos participantes são compatíveis com a sua persona. Algumas empresas, especialmente do segmento de SaaS, também optam por criar fóruns exclusivos para seus clientes, que são utilizados como um canal de atendimento.

6. Redes sociais

A maioria das empresas já percebeu o potencial das redes sociais. Afinal, estatísticas recentes apontam que existem mais de 3,3 bilhões de usuários ativos nas redes sociais, o que equivale a quase 50% da população mundial.

No entanto, estar presente não é suficiente; para aumentar o engajamento, é preciso publicar conteúdo e adotar as melhores práticas. Já existem estudos apontando a frequência ideal de postagem e os melhores dias e horários para publicar em cada rede social.

Um fato importante é que as redes sociais podem ser utilizadas para ampliar a divulgação de conteúdo de outros canais, como seu blog ou canal do YouTube. A ação é multiplicadora, pois cada compartilhamento leva aquele conteúdo que foi publicado no seu blog ou canal a mais e mais pessoas.

7. Storytelling

Storytelling não é um canal ou formato, mas sim uma técnica para a produção de conteúdo. Seu ponto central é aumentar o engajamento da marca contando histórias.

Sua eficiência não é difícil de entender; basta pensar em como é mais fácil se envolver com narrativas, como as dos filmes ou novelas, do que com situações meramente expositivas. Ao mesmo tempo, é um jeito muito sutil de persuasão, o que permite vender sem parecer "mercenário".

É por isso que profissionais buscam incorporar o storytelling em cada vez mais situações, de campanhas eleitorais a palestras corporativas, para engajar a audiência.

Um bom storytelling precisa ter aqueles elementos essenciais da narrativa, como um personagem e um conflito. Além disso, a linguagem importa; cada palavra precisa ser escolhida pensando em como criar as reações emocionais desejadas em quem tiver contato com o conteúdo.

8. Conteúdo segmentado

Conteúdo segmentado é mais uma técnica para engajar o público com seu conteúdo. Basicamente, consiste em trocar a estratégia "tamanho único" pela produção de conteúdos diferentes para diferentes perfis de audiência.

Por exemplo, uma instituição de ensino pode diferenciar o conteúdo feito para estudantes e aquele voltado para pais. Uma academia pode segmentar o conteúdo para quem não gosta de atividade física e para quem já é adepto do estilo de vida fitness.

A segmentação do conteúdo significa que ele vai ser mais eficaz em promover o engajamento da audiência, porque vai estabelecer uma relação mais forte com o segmento específico ao qual se destina. Para aplicar essa técnica com sucesso, é preciso um cuidado redobrado ao criar cada uma das personas.

Engajar a audiência deve ser uma prioridade do marketing digital. Do contrário, todo aquele esforço para produzir conteúdos pode acabar morrendo no vazio, sem que ninguém realmente preste atenção no que sua empresa e sua marca têm a dizer. De fato, os indicadores de engajamento são essenciais para medir o sucesso de uma estratégia.

Agora, que tal se engajar com a gente? Se você curtiu este post, aproveite agora para compartilhá-lo com seus amigos nas redes sociais!