O trabalho remoto é uma possibilidade cada vez mais frequente. Com o avanço da tecnologia, o home office tem se consolidado como uma oportunidade de carreira no marketing e em outros setores. Mas para ter êxito na tarefa, vale usar algumas dicas para trabalhar em casa.

As atitudes certas permitem aproveitar essa modalidade para impulsionar a carreira. Independentemente de você ser freelancer ou contratado a distância, saber como se sair bem é essencial para chegar ao sucesso.

Para que não restem dúvidas, entenda o panorama desse tipo de atuação e saiba como obter os melhores resultados!

O home office como tendência mundial

O home office ou trabalho em casa tem se consolidado como uma tendência mundial. Graças às novas tecnologias de comunicação e às atividades desempenhadas, a atuação remota surge como uma alternativa viável.

Para entender como anda esse cenário, reunimos as informações mais interessantes sobre o tema. Confira!

No mundo

A tendência global de trabalho remoto explodiu nos últimos anos, e engana-se quem acha que somente quem atua de forma autônoma aproveita essa possibilidade.

Em média, o trabalho em casa regular da população contratada cresceu 140% desde 2005. Isso representa um desenvolvimento 10 vezes mais rápido do que entre a porção autônoma.

A tendência das startups, inclusive, é uma grande responsável. Em todo o mundo, 56% dessas empresas buscaram profissionais externos, o que favoreceu a atividade remota.

Com a chegada de novas gerações, esse avanço também está relacionado aos interesses das pessoas. Em média, 66% dos profissionais afirmam que trabalhar remotamente os torna mais produtivos.

75% disseram que ajuda no equilíbrio entre vida particular e profissional. Na prática, empresas que adotam essa possibilidade têm uma retenção de talentos até 10% maior.

Tudo isso auxilia a conduzir ao incrível fato de que 70% das pessoas já atuam remotamente ao menos uma vez por semana.

No Brasil

No Brasil, essa alternativa também tem se desenvolvido, com novas formas de trabalhar em casa. Para 96% dos entrevistados pelo Ibope, modernizar o ambiente laboral é importante. No entanto, 53% ainda não podem atuar do lar em nenhuma circunstância.

Ao mesmo tempo, a pesquisa revela que 20% dos trabalhadores brasileiros já utilizam essa possibilidade. A principal vantagem, que aparece com 41% das indicações, é a flexibilidade de horário.

Apesar dos obstáculos, o Brasil é o terceiro país com maior crescimento da modalidade, segundo a consultoria Robert Half. Mas será que podemos esperar um desenvolvimento nesse sentido?

A boa notícia é que o país passou por mudanças na legislação e a Reforma Trabalhista consolidou o trabalho remoto. Com esse novo tipo de contrato, os profissionais de empresas poderão aproveitar a possibilidade, assim como os autônomos.

As principais dificuldades de trabalhar em casa

Para saber como ter sucesso trabalhando em casa é preciso, primeiramente, conhecer os desafios da atividade. Profissionais de marketing e de outras áreas encaram dificuldades semelhantes, as quais devem ser superadas.

Para dar o primeiro passo e usar nossas dicas para trabalhar em casa corretamente, veja quais são as dificuldades mais frequentes!

Criação e manutenção de uma rotina

Para vários profissionais que têm escritório em casa, é difícil elaborar e manter uma rotina — simplesmente por causa do grande nível de autonomia.

O fato de cada um poder fazer os próprios horários, muitas vezes, leva a dúvidas sobre quais momentos escolher e gera dificuldades para obter a consistência.

Isso também está associado a uma perda de motivação. Quando alguém não está engajado e focado, encontra mais obstáculos para atuar de forma constante ao longo dos dias.

Separação entre a vida profissional e a pessoal

Outro ponto comum tem a ver com a divisão entre o universo profissional e o pessoal.

Como tudo acontece dentro do lar, tem gente que não consegue se desligar totalmente do trabalho após finalizar as tarefas. De modo oposto, pode ser difícil se esquecer das obrigações de casa durante a atuação profissional.

A criação de uma rotina ajuda bastante nesse sentido. No entanto, até que haja uma consolidação do hábito quanto à separação, muitos reclamam dessa falta de equilíbrio entre funções.

Interrupções frequentes

O obstáculo de divisão, inclusive, tem a ver com outro ponto que causa preocupação: as interrupções frequentes.

Quem mora com outras pessoas sabe que pode acontecer de alguém chegar com um assunto alheio ao home office ou fazer barulhos incômodos. Na prática, isso afeta o desempenho.

Até quem mora sozinho encara o problema. O interfone que toca, o celular que recebe uma ligação e a encomenda que chega bem no meio de uma tarefa são exemplos de interrupções no fluxo de produção.

Falta de contato pessoal

Há, ainda, a questão da solidão. O trabalho em uma empresa é, entre outras coisas, uma atividade social.

Mesmo em realizações individuais, sempre há alguém para conversar ou trocar experiências. No home office, isso não acontece e pode haver uma progressiva perda de contato pessoal.

Após um longo período na modalidade, talvez o profissional se sinta isolado ou sem bons contatos. A comunicação online é um meio de resolver a dificuldade, mas ainda pode existir um obstáculo nesse sentido.

As melhores dicas para ser produtivo em casa

Ao trabalhar de home office, há a chance de obter flexibilidade, autonomia e conforto.

No entanto, é preciso vencer os obstáculos e tomar cuidado para não perder desempenho. Afinal, ter um escritório em casa exige muito comprometimento para alcançar os resultados desejados.

A boa notícia é que com nossas dicas para trabalhar em casa é possível ser mais produtivo e atingir as suas metas. A seguir, veja recomendações imperdíveis para que a sua performance dê um salto!

Tenha um espaço dedicado para o trabalho

Trabalhar no conforto do sofá ou mesmo na cama pode parecer uma ideia irresistível, mas além de diminuir a produtividade, é uma escolha que prejudica a sua postura e causa incômodos.

De forma semelhante, ficar na mesa de jantar ou em um cantinho improvisado não dá tão certo.

Para se profissionalizar e obter os melhores resultados, o ideal é ter um espaço exclusivo para o trabalho. Não é preciso ter um cômodo inteiro, mas vale a pena separar uma área fixa para essa tarefa.

Essa é uma decisão que ajuda a manter a organização e ainda faz com que o seu cérebro se sinta pronto para a atividade ao chegar a seu escritório particular. A partir disso, é mais fácil entender como ter sucesso trabalhando em casa.

Organize a sua rotina

Não ter rotina é, de certo modo, criar um padrão. Deixar que as coisas aconteçam conforme elas aparecem só vai fazer com que você não tenha controle sobre suas tarefas. Para evitar isso, é fundamental organizar uma rotina completa.

De forma ampla, decida como será a sua semana e, depois, cada dia. Estabeleça metas diárias e defina as prioridades de execução. Se puder, o melhor é se preparar nos últimos minutinhos de trabalho do dia anterior. Assim, você já começa a jornada pronto para lidar com as tarefas.

Monte uma agenda completa

Muita gente que trabalha em casa comete um erro que pode gerar grandes prejuízos: depender apenas da memória. Sabe aquela ideia de guardar, somente de cabeça, quais são os compromissos e os prazos? Isso causa impactos negativos e faz com que ocorra a perda da produtividade.

Em vez disso, monte uma agenda completa. Anote cada compromisso que tiver ou tarefa a ser realizada. Vale até incluir as atividades do cotidiano pessoal, para “liberar” espaço na mente.

Ao ver tudo o que deve ser feito a cada dia, não há o risco de se esquecer de nada e há melhor visibilidade. Dependendo da duração de cada atividade, é possível montar fluxos de atuação que maximizam o aproveitamento do tempo.

Tenha um horário para começar e terminar

Outra falha comum ao trabalhar de home office é estender as tarefas até longas horas. Isso, inclusive, tem a ver com a chamada Lei de Parkinson. De forma simples, ela propõe que “o trabalho se estende por todo o tempo disponível para a sua realização”.

Imagine que você tem 2 horas para finalizar uma tarefa. Mesmo que ela possa ser concluída em 45 minutos, o fato de saber que há um prazo maior aumenta as chances de demorar mais. Então, é preciso limitar a jornada de trabalho para não cair nas garras da flexibilidade.

Monte um horário para começar e terminar de acordo com as tarefas necessárias. Se for o caso, prefira o período comercial para atender aos clientes e outros profissionais.

Desde que seja viável, você também pode ajustar uma parte dos horários para o seu momento preferido e mais produtivo. Quem atua melhor de madrugada, por exemplo, tem a oportunidade de usar essas horas para finalizar tarefas e ficar com a manhã livre.

Crie rajadas produtivas

Manter o foco pode ser um desafio, então, uma das boas dicas para trabalhar em casa é utilizar as rajadas produtivas. Elas consistem em períodos de dedicação total à realização de uma atividade, o que garante a atenção plena. Essa é uma ótima tática para economizar tempo, ganhar produtividade e até ter facilidade para concluir tarefas.

A extensão da etapa com a mão na massa depende do seu comportamento, mas dá para começar com a técnica Pomodoro. Ela se baseia em criar ciclos de 25 minutos de trabalho e 5 de descanso. No quarto ciclo completo, você pode descansar de 15 a 30 minutos.

Conforme você se adapta à criação de rajadas, pode torná-las mais longas e eficientes, além de ajustar como acontece o descanso.

Faça pausas programadas

Ser produtivo não significa trabalhar sem parar. Na verdade, isso nem faz bem para o seu organismo ou para a concentração. Em vez disso, é essencial realizar alguns períodos de descanso ao longo da jornada, até mesmo para o seu desenvolvimento individual.

Por isso, programe pausas durante o dia. Você pode especificar horários ou defini-las de acordo com o trabalho produzido. O importante é tirar alguns minutos para se distrair e deixar a mente relaxar.

O único cuidado é com a duração desses momentos. Garanta que eles durem exatamente o planejado. Desse jeito, não causarão efeitos negativos no restante da rotina.

Vista-se para trabalhar

Muita gente acha que trabalhar de home office significa usar pijama e pantufas o dia todo. Essa possibilidade existe, mas não é a ideal. Na verdade, uma das melhores dicas para trabalhar em casa é se vestir como se fosse necessário sair para o escritório.

Parece loucura, mas saiba que faz todo o sentido! O fato de colocar uma roupa mais “arrumada” (ou, simplesmente, de trocar o pijama) permite que o seu cérebro fique atento e preparado. Com o passar dos dias, essa rotina liga um “interruptor” para que ele já fique concentrado quando você trocar de roupa.

Além de tudo, é uma forma de não encarar apuros caso você precise fazer uma videoconferência de emergência ou mesmo encontrar alguém pessoalmente.

Evite as distrações

Um dos maiores vilões da produtividade ao trabalhar em casa é o hábito de “matar tempo”. Sabe quando você passa minutos preciosos nas redes sociais ou diante de um vídeo no YouTube que nada tem a ver com sua tarefa? Tudo isso corresponde a distrações que não agregam valor.

Como são ralos de energia e potencial, uma das dicas para trabalhar em casa é evitar as distrações. Deixe a televisão desligada e, se for ouvir música, opte pelas que ajudam a manter o foco. Desabilite as notificações de aplicativos no celular e, se possível, faça logout nos perfis das redes sociais.

Quanto ao e-mail, responda imediatamente apenas às mensagens urgentes. As outras devem ter o retorno no momento exclusivo para a atividade. Ao agir assim, é possível evitar as principais fontes de distração e conquistar um melhor desempenho.

Peça ajuda às pessoas do lar

Como visto, as interrupções são um dos maiores desafios para quem atua no escritório em casa. No entanto, é possível lidar com a situação por meio do diálogo claro e eficiente.

A dica é falar com as pessoas do seu lar sobre a relevância da sua produtividade e de como é o seu processo de trabalho. Explique que, mesmo no ambiente doméstico, a atividade é tão importante quanto a de um escritório. Então, peça para não ser interrompido caso não se trate de uma urgência.

Essa é uma ótima maneira para lidar com adultos e até mesmo com crianças, como os filhos. Com essa conversa franca e a colaboração de todos, será mais fácil ter uma rotina estruturada e com bom desempenho.

Utilize ferramentas de apoio

Para facilitar o seu cotidiano, nada melhor do que ter as ferramentas certas para as atividades. Lá no começo, você viu que é preciso ter uma agenda, mas também é necessário utilizar vários outros recursos rumo à produtividade.

Uma das melhores formas para trabalhar em casa é usar elementos que cronometram a realização das atividades. Há aplicativos para computador e celular que permitirão saber quanto tempo é necessário para concluir tarefas. Assim, você consegue planejar os seus horários.

Também há recursos que salvam links para ler depois, bloqueiam sites específicos e melhoram o controle financeiro, entre outros. Portanto, crie a caixa de ferramentas ideal para a sua rotina e use esses elementos para auxiliá-lo.

Mude de ambiente

Embora a ideia seja ter o escritório doméstico, não significa que seja necessário ficar sempre no mesmo lugar. Na verdade, faz bem mudar um pouco os ares, então, tente trabalhar em outros ambientes.

Mais que trocar de cômodo, que tal sair do lar de vez em quando? Essa é uma boa dica para trabalhar em casa porque ajuda a lidar com a questão da solidão. Escolher um café ou um shopping para terminar aquela tarefa pode ser um jeito de estimular a criatividade.

Se quiser algo robusto, aposte em um coworking. O espaço dispõe de toda a infraestrutura e ainda permite fazer networking com outros profissionais.

Procrastine de forma útil

Ainda que as distrações devam ser reduzidas, é quase impossível não procrastinar, mesmo que seja um pouco. Bastam alguns segundos para que a mente perca o foco e você se veja fazendo algo totalmente diferente. Nesses momentos, uma das dicas para trabalhar em casa é procrastinar de maneira útil.

Pense em um freelancer de marketing digital que deseja ter um site profissional e criar um blog para divulgar seus serviços.

Em vez de se dedicar a essa tarefa apenas nos períodos livres, é possível usar momentos de procrastinação da rotina para já aprender sobre WordPress ou definir o que deve ser feito.

Outra boa oportunidade é ler um blog corporativo com novidades da área, em vez de se perder em publicações irrelevantes das redes sociais. É claro que procrastinar não é o ideal, mas ao aumentar o “valor agregado” desse tempo, pelo menos o trabalho não será tão prejudicado.

Prepare-se para os imprevistos

Definir corretamente a rotina é importante para ser produtivo. O problema é que nem sempre dá para garantir que tudo poderá ser cumprido conforme o planejado. Já que não dá para fugir desses “desvios” na rota, o melhor é se preparar para imprevistos.

Ao montar a sua agenda do dia, imagine que uma tarefa pode demorar mais que o esperado ou que talvez ocorra algum problema com a internet ou com a energia elétrica. Separe um período para possíveis interrupções ou atividades urgentes.

Caso os imprevistos se concretizem, você já estará preparado. Do contrário, sobrará mais tempo para adiantar tarefas ou até para terminar seu expediente mais cedo. De qualquer forma, é um meio de não comprometer os resultados.

As dicas para montar o home office ideal

Ter um espaço dedicado é uma das principais dicas para trabalhar em casa. Mas será que você sabe o que é preciso para elaborar o home office perfeito para os seus objetivos?

A tarefa não exige tanto investimento ou mudanças muito grandes, mas requer uma atenção especial. Por isso, veja quais são as orientações de destaque para elaborar um escritório em casa.

Tenha móveis funcionais e ergonômicos

Como você vai passar algumas horas por dia no local, é importante que ele ajude na execução das tarefas. Uma das dicas para trabalhar em casa consiste em escolher móveis ergonômicos e funcionais.

É indispensável que a mesa tenha a altura certa e apoios para os punhos e que deixe o monitor na altura dos olhos. A cadeira deve permitir manter a postura ereta, os joelhos em 90° e as costas bem apoiadas.

Tudo isso evita problemas de saúde e garante a melhor experiência. Ao final, é um jeito de aumentar a motivação e o desempenho!

Cuide da iluminação e da climatização

Outros aspectos fundamentais estão relacionados à sensação do ambiente de forma geral. Para não forçar a vista, é preciso caprichar na iluminação. Durante o dia, favoreça a entrada de luz natural. Quando escurecer, tenha uma iluminação direcionada, como uma luminária de mesa.

Quanto à climatização, o ideal é que o espaço não seja muito quente ou muito frio. Escolher um cômodo de temperatura agradável ajuda e também dá para usar cortinas, ventiladores ou ar-condicionado, se for o caso.

Favoreça a organização

Um dos maiores pecados para a produtividade é a bagunça. Diante do caos, o seu cérebro perde o foco mais rapidamente e há o risco de você procrastinar com intensidade. Por isso, o home office deve favorecer a organização.

Conte, por exemplo, com um gaveteiro para armazenar documentos e itens que não forem usados sempre. Sobre a mesa, deixe apenas o que é utilizado o tempo todo.

Nas paredes, um quadro de tarefas ajuda a manter a visualização, sem ocupar muito espaço. Quanto mais organizado e menos poluído visualmente for o ambiente, melhor será a performance.

Personalize sem exageros

Ao seguir essas dicas, você cria um espaço voltado para o desempenho, mas que não tem a sua cara. Então, uma das dicas para trabalhar em casa inclui selecionar elementos que permitam personalizar o escritório.

Opte por quadros com mensagens motivacionais ou mesmo por uma cor de parede que estimule a criatividade. Tenha uma plantinha por perto e que seja fácil de cuidar e escolha materiais de escritório relacionados à sua personalidade.

No entanto, lembre-se de que menos é mais. Então, o ideal é não exagerar na personalização para não terminar com um ambiente poluído visualmente.

Utilizar as dicas para trabalhar em casa é essencial para conseguir melhores resultados e chegar ao sucesso. Com essas orientações, você terá tudo o que é necessário para maximizar o seu desempenho e atingir as suas metas.

Atua no ramo e quer se destacar? Veja como ser um bom profissional de marketing digital e conquistar projeção na carreira!