Quer atrair potenciais clientes com a ajuda do template de e-mail marketing? Por mais que você desconheça a informação, esse recurso é excelente para otimizar a sua campanha e trazer melhores resultados. Para chegar a esse patamar, é necessário investir nas ferramentas certas.

Isso significa contar com um software adequado, que permita editar em HTML. Acha muito confuso? Na verdade, não é. Apesar de muitas empresas transformarem todo o conteúdo em imagem, isso é um erro, já que se torna impossível inserir links e outros recursos de atração — que, diga-se de passagem, são tão fundamentais para a estratégia quanto o ar é para a nossa sobrevivência (sem exageros!).

É por isso que, neste post, vamos explicar como usar o e-mail marketing para as campanhas, criar um template adequado e alcançar resultados reais para o seu negócio. Gostou? Então, acompanhe!

Por que vale a pena apostar em e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma estratégia essencial para criar e nutrir o relacionamento com os clientes. Por meio dele, é possível alcançar um nível mais elevado de vendas, além de uma retenção maior de usuários.

Junto às ferramentas adequadas, sua empresa ainda tem a chance de segmentar os contatos e automatizar as ações para evitar o desperdício de tempo e esforços.

Apesar de todos os benefícios que traz para as empresas, muitos empreendedores ainda acreditam que essa tática está ultrapassada — e até a comparam com a mala direta. Faz sentido? Nenhum!

O e-mail marketing é uma abordagem eficiente e que traz resultados em médio e longo prazos, especialmente, porque o cliente autoriza sua empresa a entrar em contato. Além disso, considerando que a previsão de usuários de e-mail é de 2,9 bilhões até final de 2019, o alcance potencial é enorme!

Para ter uma ideia, a pesquisa E-mail Marketing Trends 2018 revelou que:

  • 76,7% das empresas brasileiras adotam essa estratégia;
  • 58,4% fazem o uso com o propósito de desenvolver e nutrir o relacionamento com os clientes;
  • 50,9% querem oferecer serviços e produtos;
  • 45,1% optam pela estratégia para aumentar o tráfego do blog ou site.

Além disso, das 23,3% das companhias que ignoram o e-mail marketing, 94,3% pretendem utilizar essa estratégia no futuro, sendo que 47,8% já estão na fase de implantação. Contabilizando apenas as empresas que utilizam essa tática, temos os seguintes dados:

  • 96,1% acreditam na eficácia da estratégia;
  • 74,9% têm profissionais dedicados;
  • 83,2% utilizam alguma ferramenta;
  • 52% se consideram moderadamente ou muito bem-sucedidas com as campanhas.

Diante desses dados, fica a pergunta: como ter uma estratégia de e-mail marketing eficaz? É claro que existem diferentes variáveis, e uma delas é a criação de um template próprio.

Como criar seu próprio template de e-mail marketing?

O template é um dos recursos que mais valorizam sua estratégia. Por mais que pareça estranho em um primeiro momento, a verdade é que ele complementa e até reforça o conteúdo.

Ao utilizar uma imagem, você corre o risco de ela não ter sua exibição autorizada por padrão. Com isso, há uma chance grande de o usuário ignorar a mensagem. No entanto, com um template personalizado, esse risco deixa de existir — e é aí que os resultados começam a aparecer.

Nesse momento, você deve estar se perguntando sobre as ações mais indicadas para criar um formato próprio para sua empresa. É o que vamos mostrar a partir de agora. Confira!

Use o formato HTML

O HTML é uma linguagem de programação utilizada para construir páginas na web. Ele também é bastante utilizado no e-mail marketing, porque permite personalizar o conteúdo e as imagens o quanto quiser — assim, sua empresa tem um resultado alinhado à sua estratégia e ao que precisa.

Se tiver uma equipe interna ou profissionais responsáveis, o template do e-mail marketing pode ser criado do zero. Caso queira optar por uma alternativa mais simples, vale a pena escolher um modelo já pronto, mas baseado em HTML. Caso essa seja a sua escolha, tome cuidado com alguns aspectos.

O primeiro deles é selecionar um template responsivo, ou seja, adaptável a diferentes telas. Além disso, é importante que o modelo tenha espaço para abranger texto e imagens e foque a atenção do leitor no conteúdo. Caso contrário, o resultado obtido pode ser diferente do esperado.

Saiba qual tipo de e-mail marketing será enviado para definir o template

A mensagem a ser enviada e sua finalidade interferem no template a ser escolhido. Lembre-se de que é necessário focar a versatilidade para estabelecer uma comunicação genuína com o público-alvo. Portanto, é preciso conhecer as características diferentes. Veja!

Newsletters

Esses envios periódicos informam sobre novidades. O aspecto principal é composto de textos, links para blogs e sites e chamadas maiores. Sua marca deve ficar em evidência, assim como o conteúdo encaminhado. Por isso, o template deve apresentar imagens que não atrapalhem o conteúdo.

E-mails comerciais

O foco é a oferta de produtos e serviços. São mensagens mais usadas por empresas de varejo e e-commerces. Chamam mais a atenção por terem imagens dos produtos e links que trazem informações de compra.

E-mails especiais

As mensagens de avisos, promoções e outras permitem usar a criatividade. Você pode adotar GIFs, vídeos e imagens e qualquer outro recurso que desejar. O objetivo, nesse caso, é chamar a atenção. Devido a essa característica, o envio é esporádico. Vale a pena destacar o botão de CTA, como ocorre nos e-mails de Black Friday. Nesse template, ainda há menos texto e uma imagem maior.

E-mails de aniversário, felicitações e cartões

Uma boa forma de nutrir o relacionamento com os clientes é por meio do envio das mensagens de aniversário e felicitações. São templates mais simples, que focam mais uma imagem e um conteúdo simples e breve.

Tenha em mente que você deve manter a largura máxima do template em até 600 pixels. Isso garante que a mensagem apareça por completo sem precisar usar a barra de rolagem. O conteúdo interno precisa ser adaptável.

Utilize, no máximo, dois tipos de fontes

A combinação de mais de duas fontes deixa o e-mail confuso e prejudica a leitura do texto pelo destinatário. O melhor é optar por modelos padrão, como Times New Roman, Arial e Verdana. Eles ajudam na legibilidade.

Além disso, o uso de uma fonte diferente prejudica o envio, porque nem todo destinatário terá esse formato no computador. Isso fará com que haja a substituição automática por outra opção, que danificará o aparecimento da mensagem.

Valorize a identidade visual da empresa

As empresas precisam trabalhar sua identidade visual de maneira alinhada. Isso significa que, se sua marca se identifica com o azul, não faz sentido usar o rosa no template de e-mail marketing, certo? Esse é apenas um exemplo, que abrange todas as imagens, cores e fontes.

Elas sempre devem "conversar" com a marca e garantir que o usuário a identifique assim que fizer a visualização. Somente com esse objetivo claro, você conseguirá criar uma mensagem realmente eficiente.

Ao seguir as dicas para o template de e-mail marketing, o resultado será melhor e você terá uma chance maior de atrair a atenção do público-alvo. Perceba que as dicas são gerais, mas, para saber o que dá realmente certo no seu caso, é preciso realizar testes. Ao colocá-los em prática, é possível identificar o que traz mais resultado.

Gostou de saber mais sobre o e-mail marketing? Aproveite e veja 7 dicas incríveis para utilizar o fluxo de nutrição de leads na estratégia.