Você sabe o que é C-level e como esse conceito influenciou na criação de novas funções dentro de uma empresa, como o executivo de tecnologia de marketing?

O grande avanço das tecnologias nos últimos anos contribuiu não apenas para uma mudança radical nos formatos de comunicação, mas, principalmente, para o futuro das empresas e marcas.

O marketing, por exemplo, está se tornando uma atividade cada vez mais dependente da inovação, exigindo profissionais altamente capacitados.

Pensando nisso, neste artigo explicamos tudo o que você precisa saber sobre o assunto, explicando porque o cargo de executivo de tecnologia de marketing surgiu e quais são suas principais funções do C-level. Continue a leitura e confira!

O que é C-level?

C-level é o termo utilizado para nomear um conjunto dos cargos executivos mais altos de uma companhia. Indo muito além dos supervisores ou gerentes, esses profissionais seniores têm uma atuação totalmente estratégica e são responsáveis por levar a marca a um novo patamar de desenvolvimento.

A letra “C” de C-level significa “chefe”, logo os profissionais denominados assim gerenciam setores inteiros, estabelecem métricas, traçam metas e respondem diretamente aos sócios ou donos da empresa, tendo grande influência em todas as decisões estratégicas.

De uma forma resumida, podemos afirmar que os membros do C-level trabalham para garantir que as estratégias e operações da empresa estejam sempre alinhadas com os objetivos, planos e políticas previamente estabelecidos.

Essas posições envolvem a tomada de decisões de risco e grande carga de trabalho e, por isso, na maioria das vezes são desempenhadas por profissionais experientes na área. Apesar disso, ainda é possível encontrar fundadores da empresa se responsabilizando por assumir algum papel.

Existe uma grande variedade de cargos dentro do C-level, mas alguns dos mais conhecidos são o CEO, CMO e CFO.

Como o cargo de executivo de tecnologia de marketing surgiu?

Basta uma pequena análise do mercado para constatar que marketing e tecnologia andam cada vez mais juntos e dependentes. Segundo previsões de especialistas na área, a tendência é que o diretor executivo de marketing de uma empresa passe mais tempo trabalhando em soluções tecnológicas que um diretor de informação.

A verdade é que o ambiente de marketing está sofrendo uma acelerada transformação, o que tem imposto novas demandas e exigências ainda maiores aos profissionais desse segmento.

No centro de toda essa mudança, o mercado absorveu um novo tipo de cargo: o executivo de tecnologia de marketing, ou CMT.

De acordo com especialistas em gestão, a integração entre o marketing e a tecnologia é um investimento muito benéfico para as empresas, gerando vantagens que vão do custo a eficiência dos projetos. O que faz todo o sentido diante da realidade atual do mercado.

Quais são as principais funções desse profissional?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o surgimento do conceito de C-level e a importância do executivo de tecnologia de marketing, deve estar se perguntando sobre as competências na prática desse profissional, não é mesmo?

Diante desse cenário de constante mudança e atualização, os CMTs surgem com um perfil estrategista, inovador e, o mais importante, versátil. Quer saber mais? Confira, a seguir, as 7 principais funções desse importante profissional.

1. Unir o marketing e a tecnologia

Um CMT precisa ser o principal elo entre os departamentos de marketing e tecnologia de uma empresa. Ele deve alinhar os objetivos e elaborar a melhor estratégia possível para otimizar essa parceria, de forma a atingir as metas do negócio.

2. Dirigir as ações de criação

Como um bom profissional do segmento, o executivo de tecnologia de marketing precisa dirigir e orientar as ações de criação. Isso significa garantir que a execução das campanhas esteja de acordo com os objetivos e o perfil da empresa.

3. Liderar as etapas de tecnologia

Embora não seja o principal responsável pela área de tecnologia da empresa como um todo, esse profissional precisa estar capacitado para liderar todas as etapas de tecnologia que envolvam projetos de marketing, mantendo um elo direto com a equipe de TI. Para isso, ele precisa ter um conhecimento, no mínimo, básico sobre o assunto.

4. Se responsabilizar pelo projeto como um todo

O CMT precisa ter uma visão ampla para realizar suas atividades cotidianas, afinal é ele o responsável final por todos os projetos de marketing e pelo departamento como um todo. Por isso, é necessário estar sempre atento e por dentro de cada etapa planejada e executada.

5. Tomar decisões estratégicas

Um cargo de C-level exige responsabilidade, competência e capacidade de ação para tomar decisões estratégicas, seja para escolher um fornecedor ou determinar o orçamento de uma campanha.

Por ser um profissional de alto escalão, é ele quem dá a palavra final e apresenta os resultados obtidos aos sócios proprietários e, para isso, é preciso estar preparado e conhecer bem as reais necessidades da empresa.

6. Trabalhar o posicionamento da marca

O posicionamento de uma marca no mercado é um dos seus bens mais valiosos e o executivo de tecnologia de marketing precisa ter como um dos seus focos principais o desenvolvimento de estratégias que contribuam para isso.

7. Delegar tarefas

Um bom líder é aquele capaz de delegar tarefas. E isso não é diferente quando falamos de um CMT. Empresas de médio e grande porte podem contar com uma equipe grande de profissionais de marketing e tecnologia, além disso, são diversas atividades, funções e ações a serem desenvolvidas simultaneamente.

E para que tudo funcione corretamente, é essencial dividir as etapas por equipes de interesse, indicar líderes para conduzir os grupos e delegar as atividades de acordo com a capacitação de cada profissional.

Embora esse cargo seja relativamente novo no mercado, o executivo de tecnologia de marketing já se tornou essencial para o bom desempenho e crescimento das empresas nos próximos anos.

Além de ser o profissional que vai garantir uma integração interdepartamental dos processos mais relevantes para uma boa experiência do cliente com a marca.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o C-level e o papel definidor do executivo de tecnologia de marketing, que tal descobrir outras formas de otimizar a dinâmica das equipes na sua empresa? Confira nosso próximo artigo e descubra o que é vendarketing.