As métricas de marketing digital são fundamentais para o sucesso do seu negócio. Infelizmente, muitas empresas ainda não mantêm a rotina de mensurar esses números e acabam por perder excelentes oportunidades no mercado.

Elas ajudam a medir os indicadores de sucesso da sua empresa, para saber como anda a evolução as estratégias de marketing realizadas, além de entender como está o caminho até o objetivo do seu negócio.

Sendo assim, o acompanhamento de métricas de marketing digital é a peça chave para aumentar a rentabilidade da sua empresa e permitir que sejam feitos planos de contingência para tornar a conquista do resultado esperado cada vez mais real.

Quer aprender mais sobre o tema e transformar a realidade do seu negócio? Continue a leitura!

O que são as métricas de marketing?

As métricas de marketing são indicadores de performance que ajudam a entender os resultados das estratégias de marketing digital da sua empresa no período analisado. Comumente, elas são mensuradas mensalmente, de modo que são identificadas as ações de comunicação que deram mais resultados, quais deixaram a desejar e o quão mais próxima sua empresa está do seu objetivo geral de marketing.

Se a sua meta é, por exemplo, aumentar a rentabilidade do negócio, métricas interessantes de acompanhar são: ROI (Retorno sobre Investimento), CAC (Custo de Aquisição de Clientes), ticket médio e LifeTime Value (Tempo de Vida do Cliente), por exemplo.

As métricas acompanhadas pela sua empresa variarão de acordo com os seus objetivos — e entender quais são eles e como trabalhá-los é o que tornará todo o processo mais estratégico.

Qual a importância de acompanhar as métricas de marketing digital?

As métricas de marketing digital auxiliam a equipe a identificar quais foram os resultados do período analisado (normalmente mensal) e a apresentar resultados relevantes para a diretoria, aumentando a credibilidade e a transparência do trabalho.

Além disso, entendê-las e trabalhá-las estrategicamente pode ajudar a melhorar os investimentos em marketing realizados mês a mês no seu negócio, uma vez que é possível identificar quais são as ações mais lucrativas, quais deram prejuízo para a empresa e como reorganizar os investimentos para melhorar os resultados no próximo mês. Isso torna o seu negócio muito mais rentável e lucrativo.

Quais são os indicadores mais importantes para a sua empresa?

Existem vários indicadores que podem ser mensurados. Os ideais para a sua empresa dependerão dos seus objetivos de marketing.

Para auxiliar nesse processo, separamos os mais interessantes, que, certamente, o ajudarão a acompanhar os resultados da sua organização. Veja!

1. ROI

O ROI, conhecido também como Retorno Sobre Investimento, é uma das métricas mais importantes para qualquer estratégia de marketing digital. Ele identifica como foi o retorno da sua empresa, seja para uma campanha específica, seja para toda a estratégia.

Dessa forma, é possível entender quais meses foram mais lucrativos, quais foram menos e, com base em métricas mais específicas, entender os motivos que levaram a cada um desses resultados. Para calcular o ROI, você precisa fazer o seguinte cálculo:

ROI = receita obtida – valor investido/valor investido

2. CAC

O CAC (Custo de Aquisição de Clientes) é uma métrica muito estratégica para as empresas. Um dos erros mais comuns, tanto do setor de marketing quanto dos proprietários, é pensar que cada novo cliente já entra dando lucros para a organização.

Na verdade, quando você acompanha a métrica de Custo de Aquisição de Clientes, é possível descobrir quanto exatamente cada um custou para o seu negócio. Para descobrir o seu CAC, você precisa fazer a seguinte conta:

CAC = valor investido para aquisição de clientes/número de clientes adquiridos

Dessa forma, se a sua empresa investiu R$ 3.000,00 na aquisição de clientes no último mês e conquistou 10 novos consumidores, cada uma dessas pessoas custou R$ 300,00 para a sua companhia. Sabendo esse número, é hora de analisar o ticket médio: ele é maior, menor ou igual ao Custo de Aquisição dos Clientes?

Se for maior, o cliente está dando lucros (a diferença entre ticket médio - CAC); se for menor, o cliente está dando prejuízo; se os valores forem iguais, então, os lucros só começam a aparecer na segunda compra de cada consumidor.

3. Ticket médio

O ticket médio apresenta o valor que cada cliente costuma gastar, em média, nos produtos ou serviços da sua empresa. Entender essa métrica pode ajudar em dois momentos: no primeiro, como explicado no tópico anterior, para entender se os clientes estão dando lucros nas primeiras compras. No segundo, quando identificado que o ticket médio está abaixo do que você gostaria, é possível investir em ações diferenciadas, como upselling e/ou crosselling.

Essas estratégias tendem a aumentar a quantidade de produtos comprados, em média, pelos clientes, para garantir que o seu lucro seja maior. Para descobrir qual é o seu ticket médio, faça a seguinte conta:

Ticket médio mensal = receita do mês/número de clientes no mês

4. Tempo de Vida dos Clientes (Lifetime Value)

Quando você encontra o Custo de Aquisição de Clientes (CAC), que já explicamos, e analisa o ticket médio para saber se o seu lucro está acontecendo logo na primeira venda ou não, abre espaço para mais uma métrica importante: o Lifetime Value.

Essa métrica permite a identificação do potencial de lucro que cada consumidor pode dar para a sua empresa, conseguindo, assim, prever os rendimentos decorrentes daquele consumidor. Em empresas de serviços, por exemplo, costumam ser vendidos contratos de até um ano, para garantir que aquele ticket médio mensal seja recorrente, para cada cliente, por pelo menos 12 meses.

Para calcular qual é o Lifetime Value (LTV) ideal para a sua empresa, considere o seguinte cálculo:

LTV = ticket médio mensal x tempo médio de retenção de cada cliente

Para garantir que a sua empresa tenha lucros reais, é interessante que o LTV seja, pelo menos, três vezes maior que o Custo de Aquisição de Clientes.

5. Net Promoter Score (NPS)

O NPS é uma pesquisa de satisfação de clientes que permite entender quais estão satisfeitos com a sua empresa, quais estão com uma visão mediana a respeito do seu negócio e quais são aqueles que precisam de mais atenção para evitar um possível cancelamento.

No NPS, os clientes dão uma nota de 0 a 10 para a sua empresa, de modo que:

  • 0 a 6 = clientes detratores;
  • 7 a 8 = clientes neutros;
  • 8 a 10 = clientes promotores.

Com esses números em mãos, é preciso analisar qual é a média do NPS da sua empresa e garantir que esse número cresça mês a mês, aumentando a satisfação dos clientes.

6. Custo por lead

O custo por lead também é uma métrica fundamental para a saúde do negócio. Nele, você descobrirá quanto cada MQL tem custado para a sua empresa e avaliará se, com base na sua taxa de conversão em vendas, esse valor realmente faz sentido.

Se o custo por lead estiver mais alto do que o esperado, é preciso estruturar uma estratégia de conversão que permita que esse valor caia, seja investido mais agressivamente em divulgação orgânica, seja na realização de uma parceria de co-marketing.

7. Churn

O churn é a taxa de cancelamento de clientes. Se a sua empresa for uma prestadora de serviços, mensurar essa métrica se torna mais simples. Nesse momento, você avaliará qual a porcentagem de clientes que cancelam o contrato mês a mês e, com base nesses números, criará uma estratégia para aumentar a retenção da clientela dentro do seu negócio.

Pesquisas de satisfação do cliente, como o NPS citado, são fundamentais para descobrir quais oferecem risco de cancelamento.

8. Taxa de abertura e cliques

Nessa métrica, você avaliará como anda a taxa de abertura dos e-mails disparados pela sua empresa. Caso essa taxa esteja abaixo do esperado, é fundamental realizar alguns testes com títulos mais agressivos, para estimular a abertura.

O mesmo acontece com a taxa de cliques. Dentro dos e-mails, como está a interação dos clientes com os CTAs aplicados? Se a taxa de cliques estiver muito baixa, é hora de identificar se o CTA está pouco atrativo ou se o que está sendo oferecido não é atraente para o seu público-alvo.

As métricas de marketing digital são muito importantes para garantir os resultados positivos e a sustentabilidade do seu negócio. Pensando nisso, é fundamental que as empresas criem uma rotina de mensuração, para entender onde estão seus acertos e erros e, com base nessas informações, reestruturar o que vem sendo feito, aumentando as chances de sucesso e reduzindo investimentos que não estão trazendo os números esperados.

Este conteúdo foi útil e o ajudou a ter insights para a sua empresa? Compartilhe-o com seus colegas nas redes sociais!